código Ágil

Agile, Scrum, Extreme Programming , Java e mais

Agilidade na Prática

Posted by Luciano Félix em 10 dezembro, 2009

Depois de um looooongo tempo sem escrever aqui no blog , voltei para falar sobre um excelente evento ao qual estive na última semana. Organizado pela Teresa Maciel do SPIN Recife. O Agilidade na Prática trouxe palestras muito legais de pessoas que estão aplicando os conceitos ágeis no seu dia a dia.

Quero parabenizar a Teresa pela iniciativa de organizar o evento praticamente sozinha, esperamos que o Agilidade na Prática faça sempre parte do nosso calendário de eventos. Vou tentar escrever um pouco sobre como foi o evento e o que aconteceu de mais interessante.

Danilo Bardusco – Globo.com

Figura já conhecida da comunidade ágil aqui de Recife, Danilo abriu o evento com uma excelente palestra mostrando alguns conceitos do Scrum que nem sempre são bem traduzidos na prática. Quais as reais responsabilidades de cada papel, quais os objetivos mais importantes de cada cerimônia, etc. Sem dúvida a palestra valeu a pena e me lembrou de coisas que eu mesmo não estou dando a devida atenção.

Lúcia Manzoni – HP

A Lúcia da HP veio mostrar o case de aplicação de métodos ágeis num ambiente CMMI nível 5. Achei que a palestra podia ser melhor estruturada, fiquei meio perdido, mas a mensagem que ficou para mim, foi ver que uma empresa que já tem o nível 5 do CMMI percebeu que podia melhorar ainda mais se incorporasse a agilidade no seu dia a dia.

Eric Cavalcanti – C.E.S.A.R.

Eric apresentou mais uma vez o FireScrum, ferramenta open source para gestão de projetos com Scrum. O FireScrum já foi lançada a algum tempo e vem despertando o interesse de pessoas e empresas no mundo inteiro, sem dúvida é a ferramenta gratuita mais completa disponível até o momento, batendo até ferramentas pagas também. Parabéns ao Eric por todo o esforço investido nessa idéia que deu muito certo.

Giselle Rossi e Tamara Baia – INdT

Depois do Eric foi a vez da Giselle e Tamara do Instituto Nokia de Tecnologia mostrarem como a aplicação do Scrum vem impactando o trabalho delas. As duas são arquitetas da informação e trabalham focadas no UX – User Experience. Foi bem interessante ver como o Scrum se comporta num ambiente onde a preocupação com a experiência do usuário é vital para o negócio. Elas mostraram como o trabalho delas se integra com o trabalho dos desenvolvedores e também como trabalham com times distribuídos. Outra excelente palestra do dia.

Antonio Carlos Silveira – Yahoo

Após o almoço tivemos a palestra do Antonio Carlos do Yahoo, falando sobre a expriência de criar uma start-up dentro do Yahoo. Foi uma das melhores palestras do evento. O Antonio demostrou grande conhecimento e experiência na aplicação de métodos ágeis e contou como foi desenvolver um novo produto nesse modelo. O resultado foi o Meme (meme.yahoo.com) pelo qual a equipe do Antonio recebeu vários prêmios.

Lúcio Poncioni – Jornal do Comércio

O Lúcio Poncioni apresentou o case da implantação do Scrum no ambiente do JC, desde das tentativas frustradas de se implantar processos baseados no PMBoK até o lançamento do portal JC Online desenvolvido utilizando os métodos ágeis. Lúcio mostrou como eles aplicam alguns conceitos na prática, na verdade eu até discordo um pouco de algumas escolhas tomadas por eles, mas pudemos ver como eles saíram de uma situação caótica para algo muito mais organizado em pouco tempo.

Luiz Borba – Pitang

TDD foi o foco da divertida palestra do Luiz Borba na Pitang, já com bastante experiência em aplicar e treinar pessoas nessa prática, Borba mostrou porque devemos utilizar o TDD. “A gente passou o dia aqui falando de ágil, scrum , etc mas TDD é mais importante do que tudo” disse ele em algum momento da palestra para diversão de todos, brincadeiras a parte, a palestra foi ótima e sem dúvida percebemos a importância do TDD para a qualidade do nosso trabalho.

Juan Bernabó – Teamware

Para fechar o evento tivemos a presença do Juan Bernabó que falou sobre a importância de termos um modelo de gestão mais voltado para os trabalhadores do conhecimento, as dificuldades de aplicação dos métodos ágeis dentro das empresas e como superá-los.

As palestras estão disponíveis para donwload aqui.

Bem pessoal, eu fico por aqui, ano que vem tem mais !!

Posted in Uncategorized | 3 Comments »

Tardes na Especializa – Minicurso Scrum

Posted by Luciano Félix em 29 junho, 2009

Tardes

No dia 30/06/2009 estarei participando do projeto Tardes na Especializa com um mini-curso sobre Gerenciamento de Projetos com Scrum.

O projeto “Tardes na Especializa” consiste em oferecer treinamentos introdutórios em diversas áreas de TI para que qualquer pessoa possa sentir sua “afinidade” com certas ferramentas, linguagens, etc., ajudando você a decidir qual o melhor segmento a seguir e disseminar conhecimento.

O projeto ocorrerá na última semana de cada mês, de segunda à quinta, das 14h às 18h, cada dia com um mini-curso diferente, o investimento será simbólico e você poderá participar dos mini-cursos que você preferir.

Mais informações em tardes.especializa.com.br

Posted in Uncategorized | Etiquetado: | 1 Comment »

Scrum/Agile Gurus no Twitter

Posted by Luciano Félix em 19 junho, 2009

Me inspirando na idéia do blog Scrumology resolvi listar aqui os perfis no twitter de algumas personalidades muito conhecidas do mundo agil.

BorisGlogerEstherDerbyHenrikKnibergJeanTabakaJeffSutherlandMartinFowlerMicheleSligerRonJefrriesTobiasMayerWardCunningham
Se alguem tiver mais alguma sugestão, comente !!

Posted in Uncategorized | Etiquetado: , | 2 Comments »

O que significam Story Points ?

Posted by Luciano Félix em 10 junho, 2009

PointsBanner Tradicionalmente os projetos de software são estimados usando períodos de tempo como unidade de medida. “Esse funcionalidade vai levar 5 dias para ser terminada” ou “Essa tarefa vai me tomar 2 horas”. Os processos agéis em geral tem adotado uma outra forma de estimar atividades e alguma confusão tem se formado em torno do assunto.

Uma das estratégias mais populares é a utilização de Story Points como unidade de medida das atividades. Mas o que são de fatos Story Points ? A resposta clássica é “uma unidade de medida criada para expressar o tamanho geral de uma atividade”, perceba que usamos a palavra TAMANHO, um erro comum é tratar Story Points apenas como medida de complexidade, mas na verdade um Story Point é uma combinação de coisas como:
Complexidade: Ex. “Essa regra de negócio tem muitos cenários possíveis”
Esforço: Ex. “Essa alteração é simples, mas precisa ser realizada em muitas telas”
Risco
: Ex. “Precisamos utilizar um framework X, mas ninguem na equipe tem experiência”
Etc.

Outro aspecto importante é que os Story Points, diferentemente de estimativas de tempo, são relativos. Uma forma comum de se trabalhar é escolher um item que parece ser pequeno e atribuir um valor de referência apartir daí as outras funcionalidades serão estimadas em relação a referência. Mas para de fato entender como Story Points podem funcionar é necessário se pensar também no conceito de velocidade ou Veloctiy, que nada mais é do que a quantidade de Story Points que uma equipe consegue entregar em uma iteração, com essas duas ferramentas é possível se criar um planejamento de releases com muito mais qualidade.

Posted in Uncategorized | 2 Comments »

Agilidade na Universidade – Manaus

Posted by Luciano Félix em 9 junho, 2009

Logo_AgilUnivA Massimus e a ULBRA (Centro Universitário Luterano de Manaus) estão organizando o evento Agilidade na Universidade que acontecerá durante os dias 09, 10, 11 de julho no campus da ULBRA em Manaus.

O evento contará com palestras e mini-cursos cobrindo assuntos como Scrum e PMBOK, Scrum e CMMI, Gerenciamento Ágil de Projetos, TV Digital, contando com as presenças de:

  • Heitor Roriz, CSP e sócio da Massimus
  • Alexandre Magno, PMP e CST, sócio da Adaptworks
  • Ana Rouiller, CMMI Appraiser, sócia da SWQuality
  • Nikolai Albuquerque, CSM, PMP, sócio da Innovit
  • Manoel Pimentel, CSP, editor da Visão Ágil e InfoQ Brasil

Sem dúvida vale a pena conferir, para maiores informações sobre inscrições clique aqui.

Posted in Uncategorized | Etiquetado: | Leave a Comment »

Scrum Gathering Germany

Posted by Luciano Félix em 6 junho, 2009

Horz_Gathering_Logo

Foram abertas as inscrições para o próximo Scrum Gathering que acontecerá em Munique na Alemanha entre os dias 19 e 21 de outubro. Os valores também foram divulgados

Membro: €1,600.00 Euros (€1,200.00 até 01/08/2009)
Não-membro: €1,800.00 Euros (€1,400.00 até 01/08/2009)
CST/CSC: €900 Euros
Desconto de Grupo: 10% para 5 ou mais inscrições

Já estão confirmadas as presenças do Mike Cohn, Jeff Sutherland e Ken Schwaber, além disso também está aberto o prazo para submissão de propostas para apresentações que vai até 30/06.

Posted in Uncategorized | Etiquetado: | Leave a Comment »

Scrum Gathering Brazil – Review – Dia 2

Posted by Luciano Félix em 21 maio, 2009

Criando um grupo de usuários Scrum – Igor Macaúbas, Provider

Scrum Gathering Day2 010

Chegando para o segundo dia do gathering, fui direto para uma das salas para ajudar o Igor na preparação da sua palestra. A apresentação foi muito legal e merecia ser vista por mais gente, ele mostrou um pouco do nosso histórico, quais os desafios que nós enfrentamos no início da criação do grupo, as idéias que deram certo, as que não funcionaram, etc. É interessante ver como o grupo vem se tornando uma fonte de informação sobre Scrum, não só em Recife mas nacionalmente também. Além disso o Igor vem se destacando com um dos grandes fomentadores do grupo de Recife, sendo procurado por profissionais de outros estados para criação de novos grupos e tendo o reconhecimento do próprio Jim Cundiff da Scrum Alliance.

Como apresentar Scrum para os clientes – Fabiano Milani, Adaptworks

3531943757_f14262015a_o

A palestra do Fabiano não foi exatamente o que eu esperava, mas mesmo assim foi bem interessante, ele demonstrou como a Adaptworks vende Scrum para os clientes. O Fabiano insistiu na importância do cliente entender como funciona o Scrum para que ele possa dialogar melhor com o fornecedor, concordo plenamente.

Acertos e Tropeços na Adoção do Scrum – Paulo Silveira, Caelum

Foto de Manoel Pimentel

A Keynote do Paulo foi bem sucinto, mostrou um pouco a evolução do curso de Scrum na Caelum, antes e depois do Alexandre se tornar CST e pouco das dificuldades que eles enfrentaram na adoção do Scrum, o mote foi a idéia de que o Scrum é fácil de entender mas difícil de implementar.

Desenvolvimento de jogos com Scrum – Diego Asfora

Scrum Gathering Day2 039

Infelizmente não peguei o início da palestra do Diego, mas vi que ele apresentou a sua experiência no desenvolvimento de jogos para celulares quando ainda fazia parte da equipe do C.E.S.A.R. Diego falou sobre a dificuldades enfrentadas para criar times multi-disciplinares e fazê-los planejar as sprints conjuntamente e principalmente com relação as atividades de testes, sempre complicados quando se trata de jogos para celular.

6 Secrets for running to a good retrospective – Boris Gloger

Scrum Gathering Day2 049

Como esperado a palestra estava lotada e apesar de já conhecer grande parte do conteúdo é sempre muito legal ver o Boris em ação. Ele começou discutindo sobre o processo de aprendizado e mostrou que nós já usamos a técnica de retrospectivas em várias áreas do conhecimento humano. O Boris continuou demonstrando a importância das retrospectivas e algumas dicas interessantes. Valeu muito a pena assistir.

Logo após a palestra do Boris, tivemos que sair para não perder o vôo e acabamos perdendo a rodada final de debates, mas sem dúvida a evento foi muito bom, a oportunidade de conhecer várias pessoas de outras estados, trocar experiências e participar de discussões enriqueceu demais a nossa participação, e que venha o próximo Scrum Gathering Brazil.

Scrum Gathering Day2 042

Mais fotos podem ser vistas aqui.

Posted in Uncategorized | Etiquetado: , | Leave a Comment »

Scrum Gathering Brazil – Review – Dia 1

Posted by Luciano Félix em 18 maio, 2009

Scrum_Brazil_to-spec_bA viagem para o Scrum Gathering não começou muito bem para mim, devido à grande chuva que caiu em Recife na manhã de segunda-feira acabei perdendo o meu vôo para São Paulo e

como o vôo mais próximo, com valor acessível, só partiria as 3 horas da manhã de terça-feira tive de voltar para casa, nesse tempo extra eu revisei e ensaiei um pouco mais a apresentação. Bem as 2:30 já estava eu, finalmente na sala de embarque. Durante o vôo, o aeroporto de Guarulhos fechou para pousos e decolagens devido a neblina e por isso só conseguimos pousar uma hora após o previsto, as 07:00, fui correndo pegar o ônibus da Gol para Congonhas e uma hora e meia depois eu estava no taxi em direção ao hotel, apenas deixei as malas e segui rapidamente para o Hyatt, depois de muita correria, finalmente as 09:45 eu chegava ao Scrum Gathering Brazil.

Sem dúvida o evento foi muito bem organizado, contando com a excelente estrutura do hotel Hyatt, o Jim Cundiff, a Jodi Gibson e o Alexandre Magno estão de parabéns.

O evento começou com uma apresentação institucional da Scrum Alliance feita pelo Jim Cundiff, diretor da institução, Jim falou sobre a importância do evento e do crescimento do Scrum no Brasil. A partir daí a Gathering seguiu com o Keynote de abertura do Ricardo Vargas do PMI.

Project Management as a Strategic Competency – Ricardo Vargas, PMI
Scrum Gathering Brazil - Dia1 - 003
Acredito que o Ricardo já estava entrando em desvantagem no evento, já que grande parte da comunidade ágil não vai muito com a cara do PMI e também por ele não conhecer o Scrum a fundo, acho que por isso mesmo adotou um estratégia mais defensiva e política. Na sua palestra o Ricardo defendeu que o PMBOK não deve ser seguido a risca, que ele é apenas um guarda-chuva, um conjunto do que eles acreditam serem boas práticas de gerência e que não deve ser usado by the book. “O PMBOK não nasceu para ser respeitado” disse ele. Deu para perceber uma grande tentativa do PMI em se aproximar dos processos ágeis, criando grupos de estudo e premiando papers sobre assunto. O Ricardo insistiu muito na idéia de que Scrum e PMBOK tem o mesmo objetivo, de entregar valor para os clientes, sinceramente não conheço metodologia que não quer isso, o objetivo pode ser o mesmo mas o caminho pode ser bem diferente e isso ficou claro na pergunta feita pelo Juan Bernabo, figura conhecida na comunidade ágil, sobre a importância do papel do gerente de projeto e sobre a idéia de equipes auto-gerenciáveis. O Ricardo respondeu que o gerente era algo imprescindível para o sucesso do projeto e que não acreditava muito na idéia de equipes auto-gerenciáveis. Mesma com a polêmica acredito que também não podemos nos fechar completamente o PMBOK e o diálogo sempre é importante.

Contratos e Scrum: The Good, the Bad and the Ugly – José Papo, BRQ

Scrum Gathering Brazil - Dia1 - 007

O José Papo fez uma palestra muito boa sobre alguns modelos de contrato os quais ele chamou de Good (Escopo Flexível), Bad (Escopo Fechado) e Ugly (Aquisição progressiva e por métricas). O Papo realmente mostra entendimento sobre o assunto, discutindo as vantagens e desvantagens de cada modelo, como aplicá-los, como contornar as exigências de um contrato de escopo fechado, etc. Foi algo bem interessante, posteriormente tirei algumas dúvidas com ele sobre como a idéia de métricas, basicamente pontos de função, se combinariam com as estimativas feitas pela equipe. Sem dúvida a palestra valeu a pena.

Virtual Keynote – Ken Shwaber, Scrum Alliance

Foto de Manoel Pimentel

Infelizmente não pude acompanhar muito da apresentação do Ken já que a minha palestra aconteceria logo após o fim do Keynote. Ken iniciou com alguns conceitos básicos do Scrum, e falou sobre o Scrumbut. Nesse momento tive de me ausentar, mas soube que ele realizou uma atividade para ilustrar a diferença entre a cultura de comando-controle e a idéia de auto-organização, mas a polêmica surgiu quando ele anunciou uma certificação para desenvolvedores, CSD, Certified Scrum Development, focada em técnicas de engenharia, a polêmica veio com relação a decisão de apoiar essa certificação em ferramentas Microsoft.

Usando o DOD para amadurecer a qualidade do produto – Gustavo Coutinho, Provider e Luciano Félix, Especializa

Gustavo Coutinho e Luciano Félix

De cara me surpreendi com a quantidade de gente na palestra, pelo menos 80 pessoas estiveram presentes, fiquei realmente muito feliz. Gustavo e eu tentamos mostrar durante a palestra por que ter uma definição de pronto bem feita e visível a todos é importante e quais os benefícios que ela traz para a qualidade do projeto. O Gustavo também mostrou como foi a utilização do DoD na Provider Sistemas e os ganhos de qualidade que eles obtiveram desde então. No final da seção tivemos várias perguntas, as quais esperamos ter respondido a contento. Tivemos um feedback bem positivo de várias pessoas após a palestra e pudemos discutir um pouco mais o assunto durante os intervalos, foi sem dúvida uma excelente experiência.

Os desafios de escalar Scrum – Danilo Bardusco, Globo.com

Foto de Manoel Pimentel

O Danilo mostrou como a Globo.com escalou o Scrum nos seus projetos. Falou das dificuldades iniciais enfrentadas, quais as estratégias utilizadas para conseguir implementar as mudanças necessários. Danilo deixou claro a importância de se aplicar técnicas ágeis de engenharia e a coordenação das equipes para o sucesso dos projetos. Mais uma vez digo, é impressionante com o Scrum entrou no DNA da Globo.com.

Como as palestras aconteciam em paralelo acabei não vendo tudo o que gostaria. Após o evento muitos deram uma esticada até a Hooters para um happy hour, mas infelizmente eu estava exausto depois de quase 24 horas sem dormir e acabei voltando para o hotel. Aguardem o review do segundo dia do Scrum Gathering Brazil.

Posted in Uncategorized | Etiquetado: | 2 Comments »

Definiton of Done no Brazil Scrum Gathering 2009

Posted by Luciano Félix em 14 maio, 2009

Posted in Uncategorized | 3 Comments »

Notícias do Scrum Gathering Brazil

Posted by Luciano Félix em 3 maio, 2009

Amigos, falta pouco mais de uma semana para o Scrum Gathering Brazil e aos poucos tenho postado no twitter os avanços que o Gustavo e eu temos feito na nossa apresentação, durante essa semana de aquecimento e também durante o evento prentendo intensificar essas postagens, atualizando vocês sobre essa reta final de preparação e principalmente  sobre o que estará acontecendo durante o evento.

A idéia é trazer o máximo de informação possível para quem não poderá estar presente no Gathering, portanto para quem tiver interesse, follow me!

Posted in Uncategorized | Etiquetado: | Leave a Comment »

 
Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.