código Ágil

Agile, Scrum, Extreme Programming , Java e mais

Estimativas Absolutas X Estimativas Relativas

Publicado por Luciano Félix em 15 maio, 2008

Qual a extensão da muralha da China ?
Qual a temperatura do Sol ?
Qual a altura da Empire State Building ?

Se fizermos essas perguntas a 10 pessoas diferentes provavelmente receberemos 10 respostas completamente diferentes. Mas o que isso tem haver com software ? O processo de estimar esses valores não é muito diferente do que fazemos quando alguém nos pede para estimar quanto tempo vai levar para desenvolver a função X. Prever todos os fatores que possam impactar o processo de desenvolvimento é impossível, resumindo, acertar quanto vai levar para implementar um funcionalidade não difere muito de acertar a altura do Empire State ou a temperatura do Sol.

Esse tipo de estimativa pode ser chamado de absoluta, porque tentamos estimar diretamente o tempo de cada funcionalidade sem levar em conta as outras. Esse tipo de estratégia tem diversos problemas. As estimativas ficam totalmente desprotegidas em relação a mudanças na equipe já que as estimativas de tempo têm relação direta com a quantidade de pessoas que formam a equipe e a grau de experiência e conhecimento de cada uma delas, qualquer tipo de mudança nos membros da equipe invalidarão todas as estimativas já realizadas.

Quando passamos a estimar relativamente, não nos preocupamos inicialmente com o tempo, pode parecer estranho a primeira vista, mas o que precisamos estimar inicialmente é o tamanho de cada funcionalidade, o quão complexo será desenvolver o item, mas não só isso, o valor de complexidade atribuído a cada item deve ser definido em relação a outros. Exemplificando: Se atribuirmos um valor de complexidade 10 para o item A e estimarmos que o item B é três vezes mais complexo então atribuiremos o valor 30 para o item B e assim por diante até que todos os itens estejam estimados. Qual a vantagem disso? Primeiro iniciamos as estimativas com uma referência, para isso escolhemos um item que pareça ser simples e atribuímos nosso valor de referência (2,10,N,etc.) e a partir daí passamos a estimar o outros itens em relação a essa referência. O importante aí não é a precisão da referência, mas sim a consistência entre as estimativas. Outra vantagem é que as estimativas estão blindadas em relação a mudanças na equipe, mesmo que a equipe mude completamente o tamanho dos itens é o mesmo.

Mas precisamos ter uma idéia de quando o item estará pronto, precisamos planejar nossas entregas, etc. Para isso aplicamos nas nossas estimativas relativas a métrica da velocidade da equipe, ou seja quantos pontos de complexidade a equipe consegue resolver a cada iteração, como isso podemos derivar toda a agenda do projeto, se a equipe mudar a velocidade muda e a agenda muda, mas todo trabalho em estimar não é perdido.

Quando aplicamos a velocidade estamos injetando realidade nas nossas estimativas, estamos de fato usando uma métrica de quanto à equipe pode se comprometer e estamos entregando uma agenda muito mais confiável.

Vamos apronfundar esse assunto no futuro.

Creative Commons License

About these ads

3 Respostas para “Estimativas Absolutas X Estimativas Relativas”

  1. Rebeka disse

    Qual a altura da Empire State Building ?

    Fácil, fácil… 20 mil metros!!!! ahahahahahahahah

  2. Érick disse

    a altura do empire state e de 381m ate o telhado e 448 ate a antena!!!

  3. [...] também apresentou as técnicas “Kano Model” e “Benefício Relativo” para estimativa de histórias, mas disse que no fim das contas a o chute é a técnica que impera. Arte por Leo [...]

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: