código Ágil

Agile, Scrum, Extreme Programming , Java e mais

Archive for outubro \31\UTC 2008

Brazil Scrum Gathering 2009

Posted by Luciano Félix em 31 outubro, 2008

No mês de maio de 2009 o Brasil vai receber uma edição do Scrum Gathering. O Scrum Gathering é o principal evento de Scrum no mundo sendo organizado pela própria Scrum Alliance, provavelmente Ken Schwaber, Jeff Sutherland, Mike Cohn e outros grandes nomes da comunidade mundial estarão aportando em terras brasileiras. No momento 2 cidades estão sendo consideradas para receber o evento, Recife e São Paulo. O Alexandro Magno,CST faz parte do comitê organizador do evento e criou na página do grupo Scrum-Brasil uma enquete para que possamos opinar sobre qual cidade deve sediar evento. Lembrando que o resultado da enquete não é o único critério para a decisão final e sim apenas uma consulta a comunidade brasileira. Quem ainda não faz parte da lista Scrum-Brasil segue o endereço para se cadastrar e ter acesso a enquete: http://br.groups.yahoo.com/group/scrum-brasil.

Como eu nasci, moro e trabalho em Recife , gostaria muito que o Scrum Gathering acontecesse aqui. A cidade tem total capacidade para abrigar o evento, temos um do maiores polós de tecnologia no país com o potencial de se tornar um enorme case de adoção do Scrum, temos treinamentos surgindo, temos pessoas interessadas, temos um momento muito propício para a realização do Scrum Gathering em Recife. Se você também quer dar sua opinião, entre na lista e vote!

Anúncios

Posted in Uncategorized | Etiquetado: , | 3 Comments »

QuickScrum – Entregas

Posted by Luciano Félix em 30 outubro, 2008

Pessoal, estou inagurando uma nova seção aqui no códigoÁgil, o Boris Gloger me deu a idéia de responder, pelo blog, perguntas que surgem durante meus treinamentos de Scrum pela Especializa, assim criei a seção QuickScrum, onde vou tentar responder de forma concisa essas dúvidas, espero que gostem.

O que está pronto no fim da sprint é para ser mostrado ou entregue ao cliente ?

Recife – Out/2008

Na reunião de Sprint Review o trabalho realizado pela equipe é demonstrado para o Product Owner, cliente e outros interessados no projeto. Mas a questão é diferenciar o que é o fim de uma Sprint e um Release. Dizemos sempre que a equipe deve produzir a cada Sprint um incremento de software potencialmente “entregável”, isso quer dizer o que o produto deve estar funcionando corretamente de acordo com as expectativas, mas por diversos motivos esse incremento pode não ser o suficiente para que o produto entre em produção, ou seja, gere um Release.

Gosto de citar o exemplo da indústria de vídeo games. Um jogo de Nintendo Wii, por exemplo, não pode ser lançado no mercado em pequenos pedaços, só faz sentido lançá-lo quando o mesmo estiver completamente pronto, mas isso não quer dizer que o seu desenvolvimento não possa ser feito em iterações de 2-4 semanas, sempre produzindo algo funcional para que o Product Owner possa validar, mesmo que não possa lançar nada ainda. Resumindo, o produto de uma sprint pode ser mostrado e entregue ao cliente, ele deverá decidir se o que recebeu já está maduro o suficiente para entrar em produção.

Posted in Uncategorized | Etiquetado: | Leave a Comment »

Treinamento Scrum – Especializa 25/10/2008

Posted by Luciano Félix em 28 outubro, 2008

No último fim de semana realizamos nossa primeira turma do curso de Gestão Ágil de Projetos com Scrum, pela Especializa Treinamentos. Foram 2 dias bem divertidos, a turma parecia bastante interessada e perguntava bastante o que enriqueceu muito o curso. Alguns já estavam utilizando Scrum e puderam expor as dúvidas e problemas que enfrentavam no dia-a-dia da empresa.

As fotos do treinamento podem ser vistas aqui.

Posted in Uncategorized | Etiquetado: , | 3 Comments »

Dilbert e o Review do Produto

Posted by Luciano Félix em 27 outubro, 2008

Scott Adams mostra que não dá para enganar seus clientes no Review

Posted in Uncategorized | Etiquetado: , | Leave a Comment »

Para que serve uma Sprint Zero ?

Posted by Luciano Félix em 24 outubro, 2008

Algumas semanas atrás coincidentemente apareceram em várias listas e sites, discussões sobre a utilidade e validade da polêmica Sprint Zero. Para começar a falar sobre isso, vou traduzir 3 opiniões sobre o tema de pessoas que respeito muito.

Alistair Cockburn:
“Tenho a impressão que alguém foi questionado sobre sua aplicação do Scrum enquanto fazia algo que não tinha valor de negócio no começo do projeto e inventou “Ah, isso é a Sprint Zero!” para manter os raivosos camponeses com machados longe da sua porta”.

Ken Schawber:
“Sprint Zero tornou-se uma expressão indevidamente utilizada para descrever o planejamento, que ocorre antes da primeira sprint”.

Boris Gloger:
“Meu comentário sobre isso é: Esqueça! Isso não tem fundamentos no Scrum. Construa algo, crie dados, uma Sprint Zero não cria dados, apenas uma outra nuvem de conceitos”.

Bem, já deu para perceber qual é a minha opinião sobre o assunto.

Uma Sprint Zero representa zero de avanço real do projeto (software funcionando), demonstra zero de funcionalidades prontas, acrescenta zero de dados sobre a velocidade do time e gera zero de informações sobre como o time trabalha.

Então, que nota você daria para uma Sprint Zero ?

Posted in Uncategorized | Etiquetado: | Leave a Comment »

TED Talks – John Maeda – Simplicidade

Posted by Luciano Félix em 22 outubro, 2008

John Maeda, professor do MIT Media Lab apresentou no TED de 2007 uma palestra bem divertida sobre simplicidade, vale a pena assistir.

Posted in Uncategorized | Etiquetado: , | 1 Comment »

Trabalhe em paralelo de verdade

Posted by Luciano Félix em 20 outubro, 2008

Na maioria das equipes em que o gerente, ou chefe, atribue e direciona o trabalho do time, nomalmente o que vemos é o chamado “trabalho em paralelo” em que cada membro do time desenvolve sozinho uma funcionalidade prevista no escopo do projeto. Esse tipo de organização dá ao gerente a sensação de que várias funcionalidades estão sendo desenvolvidas ao mesmo tempo, o que deve garantir que o projeto não atrase. Bem, se analisarmos esse arranjo com um pouco mais de cuidado veremos que o que ocorre é exatamente o contrário.

Veja a figura:

Quando cada membro do time recebe uma funcionalidade para desenvolver sozinho, o trabalho na verdade será serializado e não paralelizado como se acredita, uma tarefa será executada após outra ser concluída e assim por diante, esse modelo, como vemos na figura, aumenta o risco de não termos nada de fato pronto para entregar e sim uma coleção de funcionalidades quase prontas. O que acontece é que quanto mais a data da entrega se aproxima, cada membro do time começa a trabalhar de forma apressada, sem preocupação com a qualidade, apenas com o objetivo de entregar a “sua parte” pronta. Além disso esse tipo de organização acaba com a colaboração dentro do time, já que o que interessa para cada um é entregar o que lhe foi passado, por que assim é que ele será cobrado.

Vamos analisar essa outra figura:

Aqui o time inteiro trabalha em conjunto na mesma funcionalidade e quando esta é completada o time passa a trabalhar na funcionalidade seguinte. Serialização!! Dirão alguns, nada mais incorreto. Desse jeito, todas as tarefas necessárias para concluir o item serão desenvolvidas de fato em paralelo pela equipe, e aí sim, estaremos diminuindo muito o risco do item não ser entregue. Além do que, esse modelo privilegia a colaboração e a comunicação do time, todos tem o mesmo objetivo, todos estão alinhados e o cliente receberá funcionalidades que estão verdadeiramente prontas.

De agora em diante, quando o seu gerente quiser “paralelizar” o trabalho do seu time, desenhe essas figuras para ele.

Posted in Uncategorized | Etiquetado: , | Leave a Comment »

Scrum User Group Recife

Posted by Luciano Félix em 17 outubro, 2008

Na última quarta feira (15/10/2008) foi lançado o Scrum User Group de Recife. O lançamento aconteceu na nova sede da SWQuality no Porto Digital e contou com uma palestra do Boris Gloger sobre as dificuldades da adoção do Scrum e também com a presença do professor Sílvio Meira que falou um pouco sobre a importância do Scrum e de uma iniciativa como essa para o polo de tecnologia do estado, na ocasião também festejamos a inauguração da sede da SWQuality.

Inicialmente o grupo deve ser reunir na primeira quarta feira de cada mês às 17:00 também na sede da SWQuality, precisamos da ajuda de todos para fazer esse grupo um sucesso !!

Posted in Uncategorized | Etiquetado: | 1 Comment »

Scrum Case – Solver

Posted by Luciano Félix em 16 outubro, 2008

Como eu disse no último post, durante o treinamento de CSM puder apresentar o case de implantação do Scrum na Solver, coloquei a apresentação no Slideshare e compartilho aqui com vocês.

Posted in Uncategorized | Etiquetado: , | 1 Comment »

Certified Scrum Master Class – 13-14/10/2008

Posted by Luciano Félix em 14 outubro, 2008

Mais uma vez tive a oportunidade de participar, como assistente do Boris Gloger, num treinamento de CSM aqui em Recife, mesmo assistindo o treinamento pela terceira vez, sempre aprendo coisas novas. Como sempre a turma foi muito divertida e realmente interessada em aprender e aplicar na prática o conteúdo do treinamento, aproveito para agradecer a Ana Rouiller por permitir a minha participação.

Dessa vez puder apresentar um pouco mais do conteúdo do treinamento, além de apresentar o case de implantação do Scrum na Solver. Quem estava presente no treinamento, por favor, escrevam comentários sobre o que vocês acharam.

Posted in Uncategorized | Etiquetado: , | 1 Comment »